étirement avant ou après l'effort

É necessário alongar-se antes ou depois do esforço?

(4)


É difícil falar sobre um dos temas mais polêmicos associados à prática da corrida. No entanto, várias opiniões aconselham a limitar os exercícios de alongamentos a certas situações. Uma publicação recente do Kiné Sport dá dicas preciosas.
 

A escola Françesa de formação em fisioterapia do esporte e saúde, o Kiné Sport lembra que as técnicas de alongamento são inúmeras e acrescenta, de imediato, que as questões colocadas pelos esportistas são frequentes.

 

Alongamentos antes do esforço? É melhor não.

Quando se trata de alongamentos, os desportistas amadores pensam geralmente em alongamentos passivos. Estes, diz o Kiné Sport, devem ser abolidos. "Mantidos durante muito tempo, provocam no músculo um esmagamento responsável pela interrupção da irrigação sanguínea, levando ao inverso do efeito "vascularizante" desejado. "

Entre as outras consequências negativas dos alongamentos passivos realizados antes do esforço:
. eles "adormecem" a curto prazo o atleta provocando uma diminuição da força voluntária e da vigilância neuromuscular.
. Têm um efeito antálgico e elevam o limiar de dor das fibras musculares. A consequência é de eventualmente camuflar as lesões dos tecidos e originar lesões ainda mais graves.
. Podem originar em alguns casos extremos - quando os exercícios são "exagerados" na sua amplitude ou duração - micro traumatismos ou mesmo influenciar negativamente a coordenação motora.

E o Kiné Sport diz ainda: "Os alongamentos dinâmicos são, pelo contrário, aconselhados antes do esforço, para colocar o músculo na sua função pliométrica. "

 

Alongamentos depois do esforço? É melhor sim.

São raros os praticantes de corrida que fazem alongamentos no fim de sessões de treino longas e por vezes intensas. Os músculos e tendões foram maltratados e parece "instintivamente" preferível deixá-los em paz, em vez de lhes impor exercícios frequentemente dolorosos.

No entanto, o Kiné Sport afirma: “Os alongamentos são benéficos depois do esforço se forem efetuados no início da fase elástica (a partir da sensação de alongamento), com o objetivo único de voltar a dar ao músculo o seu comprimento de repouso. Em caso algum são feitos com o objetivo de ganhar flexibilidade. Podem ser associados a mobilizações articulares passivas feitas por um terceiro para restabelecer a harmonia dos tecidos.”

 

Alongamentos para favorecer a recuperação? Não.

Neste ponto, os fisioterapeutas são formais: “Mantidos durante muito tempo em amplitude máxima, os alongamentos podem bloquear o retorno sanguíneo necessário para a recuperação e agravar as micro lesões.”

Outras técnicas são mais adequadas:

. banho alternado (frio e quente),

. eletro estimulação,

. massagem,

. ou mesmo uma sessão de ciclismo.

>Atenção, é importante beber e alimentar-se -privilegiando os hidratos de carbono - nos minutos que se seguem a um esforço prolongado, para reconstituir o armazenamento energético e acelerar o processo de recuperação.

 

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Classificar
VOLTAR PARA O TOPO